+55 (11) 2528-4181

João Gabriel Vasconcellos
Parceria VIVA e FORD TV – (exclusivo Ford TV)

JOAO GABRIEL VASCONCELLOSJoão Gabriel Vasconcellos resolveu estudar teatro, ainda adolescente, para vencer a timidez. Anos de estudos e algumas montagens depois, parece ter superado a dificuldade muito bem. Aos 23 anos, é um dos protagonistas do longa “Do Começo ao Fim”, de Aluizio Abranches.

Na produção, João Gabriel interpreta Francisco, jovem que nutre um grande amor pelo meio-irmão Thomás, vivido por Rafael Cardoso, e quebra tabus e preconceitos para viver a paixão. Em entrevista exclusiva ao TE CONTEI, o ator fala sobre a carreira e o polêmico trabalho.
“O convite para fazer ‘Do Começo ao Fim’ aconteceu quando estudava na CAL (Casa de Artes de Laranjeiras) e o Aluisio chamou alguns atores para o teste. Duas semanas depois, já estava fazendo leituras com a Julia (Lemmertz). Tinha entrado no filme. Depois começaram a procurar o ator para fazer o Thomás, foi quando chegou o Rafael”, conta o ator.
Sobre o companheiro de cena, João é só elogios para Rafael Cardoso. “A gente se identificou de cara, mesmo sem muito contato. Ele é um grande ator e mesmo as cenas mais polêmicas não assustaram a gente. O objetivo de realizar um bom trabalho nos motivou todo o tempo”.

Quando o assunto é a grande polêmica do roteiro, o galã revela que enxerga muito além de tabus no longa. “O filme não é sobre homossexualismo ou incesto. É uma história de amor. E eu estava ali para representar isso. Não tenho medo de ficar estigmatizado, pelo contrário. Ter a oportunidade de começar com um personagem que carrega uma carga dramática como o Francisco é mais que um presente. É a chance de uma vida”, declara ele, que já passou por várias montagens teatrais, além da Oficina de Atores da Rede Globo.
Em “Do Começo ao Fim”, João contracenou com alguns atores consagrados, considerados ídolos por ele: “Toda a equipe foi maravilhosa e hoje tenho absoluta certeza de que oFábio Assunção e a Julia Lemmertz não fazem sucesso por acaso. Eles merecem. São generosos, amigos de cena, gente boa… tive muita sorte de estrear com um elenco assim”, afirma o ator, que teve o apoio da família para fazer o projeto: “Eles compreendem a minha profissão, o meu caminho. Sabiam que eu não poderia deixar a chance passar”.
E o que vem para o futuro? João quer permanecer buscando novos desafios: “Acabei de estrear a peça ‘Formas Breves’, de Bia Lessa em São Paulo e não quero parar. Interpretar é o caminho que escolhi para mim.”

Top
Desenvolvido por: