+55 (11) 2528-4181

Carlos Júlio

viva-carlos-julio-2

O palestrante Carlos Alberto Júlio é filho de imigrantes portugueses dedicados ao comércio, sempre foi um apaixonado pelo mundo do trabalho. Bem criança, atrás do balcão de um bar, no bairro do Sacomã, na zona sul da capital paulista, divertia-se ao acompanhar as técnicas do pai, José Julio, para cativar e fidelizar os clientes.

Era o bom marketing de quem nunca tinha lido nada sobre o assunto. Era o “trocar o copo de lugar” para estimular uma amizade entre os fregueses. Carlos Júlio poderia ser considerado um tico de gente quando decidiu comercializar os bolinhos de bacalhau da mãe num campo de futebol de várzea. O empreendimento deu certo. O produto era, sim, de ótima qualidade, muito saboroso, mas Carlos Júlio já se mostrava um excelente vendedor.

Esforçado, estudou até o ginásio em escolas públicas. Aos 13 anos, foi aprovado no processo seletivo do Instituto Tecnológico de Osasco (ITO), no qual cursaria Eletrônica. Frequentava as aulas pela manhã e trabalhava à tarde para pagar as mensalidades. A rotina era dura. Saía de casa, no bairro do Jabaquara, na Zona Sul da cidade, às 5h30. Tomava três ônibus para chegar a Osasco, cidade na região oeste da Grande São Paulo. Estudava das 7h até o meio-dia. Às 14h, assumia seu lugar atrás do balcão da loja Foto Kodama, no número 77 da Avenida Bosque da Saúde, na qual permanecia até as 18h ou 19h.

Nas noites de segunda, quarta e sexta-feira, o palestrante Carlos Alberto Júlio cursava Inglês; às terças e quintas, fotografia. Chegava em casa exausto, por volta da meia-noite. Carlos Júlio era o garoto “pobre” da turma do instituto. Assim, formou uma idéia muito clara do que desejava: uma condição profissional que lhe permitisse conceder à futura família, em especial aos filhos, a tranquilidade e a segurança que não tivera na adolescência.

UM HOMEM DE INÚMERAS VIAGENS Carlos Júlio sonhava em ser palestrante e decidiu investir em educação tudo que ganhasse com os primeiros empregos. Diante das dificuldades, muitos dos garotos do bairro abandonaram os estudos. Para ele, aquele parecia um grande equívoco estratégico. Como seriam capazes de sair daquela situação se não se livrassem da ignorância? Aos 18 anos, poupando como bom lusitano, conseguiu constituir uma agência de automóveis.

Nessa época, já fazia o curso universitário de Administração de Empresas. Dois anos depois, foi nomeado diretor de uma trading company. Em seguida, começou a estudar Comércio Exterior. Aos 23 anos, presidia outra trading. Aos 32 anos, assumiu sua primeira presidência, em uma empresa multinacional. Verdadeiro “workaholic”, Carlos Júlio completava jornadas de trabalho que chegavam a 16 horas. Se as tarefas eram logo cumpridas, inventava o que fazer.

Jamais usufruía, por exemplo, das férias de 30 dias. Isso não quer dizer que tenha ficado encarcerado em fumarentos escritórios. Em 12 anos atuando com trader e oito anos como dirigente de multinacionais, por exemplo, perambulou muito pelo mundo afora. Procurava aproveitar essas oportunidades para aprender sobre culturas, pessoas e negócios. Nesse período, realizou mais de 300 viagens. Visitou 68 países, nos cinco continentes.

Fora do país, Carlos Júlio continuou sua formação. Depois de graduar-se em administração com habilitação em comércio exterior, pela Faculdade de Administração de São Paulo, fez seu mestrado em negócios nos Estados Unidos e especializou-se em Marketing Estratégico na Harvard Business School (Boston, EUA), no IMD (Lausanne, Suíça) e mais recentemente na London Business School.

Em 1.999, em Boston no momento em que se reinventava profissionalmente, tomou um susto. Caiu doente, com febre. Voltou ao Brasil e o médico diagnosticou uma gripe. Como os sintomas persistissem, voltou ao hospital. A radiografia mostrou manchas no pulmão que podiam ser uma inflamação ou um linfoma. Foi um choque. Pensou até mesmo que estivesse chegando ao fim de sua jornada.

Em janeiro de 2.000, realizou uma biópsia, enquanto reavaliava sua trajetória profissional e seu papel na família e na sociedade. Foi um período de profunda reflexão. Dias depois, chegou-lhe o diagnóstico. Era uma sarcoidose, uma enfermidade auto-imune que poderia ser curada com corticóides. Chegava ao término um período de 20 dias que é lembrado pela ansiedade, pela angústia e pelo aprendizado. No período seguinte, Carlos Alberto Júlio além de palestrante também presidiu a HSM do Brasil, empresa referência mundial na área de seminários internacionais para formação e atualização de lideranças. Ali, conheceu as maiores personalidades mundiais do mundo dos negócios e da administração, como Peter Drucker, Jack Welch e Tom Peters, entre outros.

Em Janeiro de 2.008, Carlos Júlio assumiu a presidência da Tecnisa, uma das maiores e mais inovadoras construtoras e incorporadoras do país. Ali lidera o processo de crescimento da empresa, focando sua gestão em projetos de construção inovadores e customizados, na qualificação do atendimento e no aprofundamento do uso de novas tecnologias para a comunicação com fornecedores, parceiros e clientes. Atualmente, é também membro do conselho de administração da Camil Alimentos.

ENSINANDO E COMUNICANDO Capaz de reinventar-se a cada momento, Carlos Alberto Júlio é conferencista carismático e notável comunicador. Suas palestras arrebatam o público, seja ele composto de estudantes ou de renomados executivos. Competente orador, expressa-se com clareza sobre os mais complexos assuntos. Mestre do bom-humor, lota auditórios e encanta plateias de norte a sul do país. Ao final de cada apresentação, há sempre quem peça “um minutinho” a mais de sua atenção, um resumo das ideias, um livro ou mesmo os slides usados na sessão.

Carlos Júlio é reconhecido pelas revistas Veja e Exame como um dos melhores palestrantes brasileiros. Em 2010, completará 30 anos de ensino em escolas de administração e negócios. Fiel a essa paixão, atua como professor na ESPM, na FGV e na FIA/USP. Também fez parte do corpo docente do MBA do ITA/ESPM. É autor de quatro best-sellers na área de negócios: Reinventando Você, A Magia dos Grandes Negociadores, A Arte da Estratégia e Superdicas para Vender e Negociar Bem, seu mais recente sucesso. Carlos Alberto Júlio é viúvo e tem dois filhos. Um deles é formado em Medicina; o outro, em Administração de Empresas. Gosta de enologia, disputa partidas de futebol com os amigos e é torcedor do Santos Futebol Clube.

Principais Temas: – MPC – Muitas Pequenas Coisas – A gestão dos detalhes – Super dicas para vender bem – As regras de ouro dos grandes vendedores – Você, um grande empreendedor – A economia do Cedro – A magia dos grandes negociadores – Reinventando você – Trilhas e não trilhos – Inovando para sobreviver e crescer – Atendimento nota 10.

Top
Desenvolvido por: